Lições de Santa Maria

Luto e Tristeza

Uma tragédia como essas abala todo o país. Ontem todos ficamos chocados ao acompanhar as notícias deste fatídico evento. Muitas famílias estão agora enfrentando a dor mais difícil: a ausência dos entes queridos. Quem já perdeu alguém que amava muito sabe que pior que o dia do velório são os dias subsequentes que não sem ter mais a pessoa ao lado. Neste momento de profunda solidariedade, gostaria de extrair algumas lições importantes para todos nós.

1 – Tragédias não podem ser previstas, mas podem ser evitadas
É impossível prever uma tragédia. Ninguém sabe quando ela vai ocorrer. No entanto, é possível criar mecanismos para evitar as tragédias. Pense: Se o sinalizador não tivesse sido usado, se o extintor tivesse funcionado, se as saídas estivessem bem sinalizadas, se a lotação máxima tivesse sido respeitada, e etc. Quantas coisas poderiam ter evitado ou pelo menos atenuado a tragédia. Todos precisamos nos preparar para situações de crise e criar mecanismos para evita-las. Manter o carro em dia com os equipamentos de segurança, respeitar as leis trabalhistas, evitar locais perigosos, entre outras coisas, podem nos livrar de muitos riscos.

luto-22 – Todos se unem por uma causa nobre
As pessoas estão dispostas a se unir e se doar por uma causa nobre. Por todo país pessoas tem se mobilizado para de alguma forma colaborar com a situação. Voluntários, doações de sangue, doações de dinheiro, orações e etc. Muitas vezes você se questiona porque as pessoas não estão comprometidas em sua organização, em seu setor ou em sua igreja. Talvez o grande problema seja que você ainda não ofereceu a eles uma causa, uma visão, um objetivo que realmente mexa com sua razão e emoção e os faça dar tudo de si para alcançá-lo. Em verdade as pessoas estão em busca por algo pelo qual dediquem o que tem de melhor, mas tem que ser algo que realmente valha a pena.

3 – Juntos somos melhores
A sinergia de uma equipe é exponencial. A união das pessoas se torna uma força muito maior que a soma de seus esforços individuais. Não adianta querer trabalhar sozinho, pode parecer que você vai ganhar tempo, mas perde em produtividade e profundidade. Muitas pessoas estão unidas neste momento para minimizar a dor e ajudar as pessoas. Ninguém sozinho teria o poder de ação que todos juntos. Se você tem um grande desafio para alcançar, precisa de uma grande equipe para vencer.

4 – Ninguém sabe quando será seu último dia
Tenho certeza que aqueles jovens tinham planos para o domingo, para segunda-feira, para suas vidas. Muitos planejavam ver em breve a família, melhorar de emprego, concluir a faculdade, iniciar um novo negócio, pedir perdão para alguém, perdoar alguém, lutar por um amor, recuperar um relacionamento e etc. Muitos sonhos e projetos viraram cinzas naquela madrugada. Ninguém saiu de casa e pensou: hoje é meu último dia. Especialmente enquanto somos jovem temos a sensação de que somos eternos. Nunca achamos que vai acontecer conosco, mas um dia pode acontecer. Se sua vida acabasse hoje, qual seria o balanço final? O que diriam em seu velório? Qual o legado estaria deixando para sua família, amigos e sociedade? Amanhã pode ser tarde demais. Deixe sua vida em dia hoje. Demonstre seu amor hoje. Perdoe hoje. E o mais importante, esteja bem com Deus hoje, afinal Ele é o único que pode te garantir a eternidade.

A todos os enlutados, nossas orações e súplica para que Deus possa confortar cada coração e fortalecer para seguir suas vidas em frente apesar da dor imensa. Jesus é conhecedor de cada dor e pode curar a todos:
“Em meio de todas as nossas provações, temos um infalível Ajudador. Não nos deixa lutar sozinhos com a tentação, combater o mal, e ser afinal esmagados ao peso dos fardos e das dores. Conquanto Se ache agora oculto aos olhos mortais, o ouvido da fé pode-Lhe ouvir a voz, dizendo: Não temas; Eu estou contigo. “Eu sou… o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre.” Apoc. 1:18. Suportei as vossas dores, experimentei as vossas lutas, enfrentei as vossas tentações. Conheço as vossas lágrimas; também Eu chorei. Aqueles pesares demasiado profundos para serem desafogados em algum ouvido humano, Eu os conheço. Não penseis que estais perdidos e abandonados. Ainda que vossa dor não encontre eco em nenhum coração na Terra, olhai para Mim e vivei. “As montanhas se desviarão, e os outeiros tremerão; mas a Minha benignidade não se apartará de ti, e o concerto da Minha paz não mudará, diz o Senhor, que Se compadece de ti.” Isa. 54:10. Livro Desejado de Todas as Nações, 483


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.