A liderança é tema recorrente em diversos meios, especialmente no corporativo. Um dos debates mais frequentes sobre liderança é se o líder depende de habilidades natas ou pode desenvolve-las. Os estudiosos se dividem, mas certamente uma combinação dos dois fatores resulta em um líder mais eficiente e eficaz.

O site da revista exame, EXAME.com, foi investigar com os consultores de carreira quais as características de um líder nato. Confira os aspectos apontados por eles e que, combinados, são a tradução do que é liderança:

lideranc3a7a1 – Capacidade de influência: Sempre há aquelas pessoas que têm o dom de influenciar as outras. De acordo com Fernando Camilo, sócio da Kamirarh Consulting, esta é uma característica que pode ser percebida logo na infância. “A definição do jogo, o tipo de brincadeira, tem criança que já começa a liderar os colegas, convencendo-os a fazer alguma coisa”, explica. E na vida escolar, acadêmica e profissional isto fica ainda mais latente. Discussões de temas para trabalhos em grupo são situações, reuniões de projetos, são algumas das situações em que é possível perceber o poder de influência de alguém.

2 – Sem medo de se expor: Para alguns, só o olhar de outras pessoas já é suficiente para o sangue subir à face e esquentar o rosto. Para outros, a atenção alheia é o melhor dos mundos. Pessoas que se encaixam neste segundo grupo já trazem consigo um sinal claro de liderança, segundo os especialistas. “São pessoas que não têm acanhamento”, diz Camilo.

3 – Iniciativa: Antecipar-se a eventos e, sobretudo, agir. “Líderes natos são pessoas com grau alto de iniciativa”, diz Camilo. A consultora de carreira, Márcia Britto, concorda. “Tem gente que está sempre de prontidão, que se antecipa a algo que vai ocorrer, não fica esperando vir a bomba. Para isso é preciso ter visão do todo, não ficar focado apenas na sua tarefa”, diz.

4 – Excelente capacidade de comunicação: Grandes líderes são bons comunicadores. “Eloquência na fala e capacidade de síntese são alguns sinais que aparecem”, diz Simone Leon, Diretora da Right Management. Ser o apresentador oficial dos trabalhos em grupo da escola ou faculdade, ou mesmo, ser o funcionário que mais é chamado a fazer apresentações são alguns dos indicadores. “Tem pessoas que conseguem clarificar o que um colega não está conseguindo expressar”, diz Simone.

5 – Disposição para ajudar e ouvir: Estar pronto a ajudar quando algum colega precisaliderança ou mesmo ter a disposição para ouvir o que os outros têm a dizer. Estes aspectos são naturais em alguns profissionais e totalmente invisíveis em outros. “Pessoas disponíveis, que dão suporte a uma determinada área quando há a necessidade ou aos colegas de trabalho, que gostam de ajudar e se envolver trazem estes sinais de liderança”, diz Camilo. Quem dera todos os chefes tivessem estas características essenciais de liderança. “Saber ouvir é muito importante, e significa estar efetivamente interessado no que o outro tem a dizer, não é só escutar”, diz Márcia. Ela também ressalta que a disposição de ajudar não deve ser a de executar a tarefa no lugar do outro, e sim, ensiná-lo e orientá-lo para que faça sozinho.

6 – Ser multitarefa: A capacidade de fazer várias coisas ao mesmo tempo, e mesmo assim, não perder o foco também citada pelos especialistas como uma característica de líderes que pode despontar em quem ainda não é chefe. “Não é um profissional que está apenas concentrado em uma tarefa”, diz Camilo.

7 – Curiosidade: De acordo com a consultora Márcia Britto, a curiosidade também um indicativo interessante. “São pessoas mais interessadas e abertas para o que é novo”, diz.

8 – Empatia: Colocar-se no lugar da outra pessoa. Esta é uma habilidade que todo bom líder deve ter. “São pessoas que se importam com o impacto de suas ações nas outras pessoas e se preocupam com a maneira com o outro o percebe”, diz Simone.

9 – Assumir a responsabilidade pelos atos: Todo mundo erra, mas nem todos assumem seus erros. A transparência e a capacidade de assumir a responsabilidade pelos seus atos é outro aspecto de quem já carrega habilidades de liderança mesmo nunca tendo gerido uma equipe .

10 – Foco na solução: Pessoas que tenham o foco na solução do problema também apresentam uma característica essencial da liderança, de acordo com Simone. É certo que grande parte das pessoas perdem o foco ao se deparar com um obstáculo e nesse momento destaca-se quem volta a atenção para a resolução dando sinais claros de vocação para liderar.

11 – Senso de justiça: A busca por critérios justos de decisão também é um sinal que aparece em quem tem vocação para liderar, de acordo com Simone. Algumas pessoas apresentam este senso de justiça, segundo ela, ainda na infância. “Questionam os pais e professores sobre isso”, explica.

Quais dessas características você já possui? Quais precisa aprender a desenvolver? Faça uma reflexão e procure crescer para tornar-se um verdadeiro líder e alcançar seus objetivos.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.