O inglês é sem dúvida a língua do mundo. Embora não seja a língua mais falada, é a mais presente em viagens e negócios. Um grande número de vagas de emprego aberta no Brasil atualmente exigem o domínio avançado ou intermediário do idioma, mas infelizmente apenas um pequeno percentual dos brasileiros conseguem se comunicar em inglês. Muitas pessoas atribuem a falta de recursos financeiros ou tempo o fato de não falarem uma outra língua. Nesse post eu gostaria de compartilhar com você algumas dicas sobre como estudar inglês sozinho e conseguir melhorar suas habilidades de comunicação. Por muitos anos eu tinha o desejo de aprender inglês, mas não dispunha de recursos financeiros para fazê-lo. Por essa razão, desafiado por um antigo chefe, eu busquei estudar sozinho e consegui muitos avanços, de tal forma que quando pude finalmente ingressar em uma escola, estava no nível intermediário! Não foi nenhuma façanha atribuída a inteligência, mas sim a um fator disponível para todos: Disciplina. Atualmente o estudo individual ficou ainda mais fácil, devido a imensidão de sites, canais no youtube e aplicativos gratuitos para estudo da língua. Seguem abaixo as dicas que podem te ajudar nesse desafio:
  • Expor-se à língua – Quanto mais você estiver exposto ao inglês, mais se familiarizará com a língua. Procure colocar seus equipamentos com a configuração em inglês, assista programas e filmes em inglês, faça amigos virtuais estrangeiros e busque todas as maneiras possíveis de se aproximar do idioma.
  • Estudar diariamente pelo menos 30 minutos: O estudo precisa ser DIÁRIO. A prática constante irá te ajudar a desenvolver suas habilidades. Todos os dias, pelo menos 30 minutos de estudo. Você pode alternar entre as diversas formas de estudo: ouvir áudios, leituras, leitura em voz alta, vocabulário, etc. Obviamente que esse tempo não surgirá na sua agenda “milagrosamente”. Você precisar se organizar e priorizar essa atividade para que ela ocorra. Além disso, é preciso ter algum meio de controle para te foçar a cumprir o requisito diariamente.
  • Assistir filmes e séries em inglês: Todos gostam de filmes e seriados. Então porque não unir o entretenimento com o estudo? Conheço várias pessoas que aprenderam muito do inglês de conversação nos seriados. Para aproveitar ao máximo esse recurso, assista primeiro o episódio sem legenda e anote o que entendeu. Depois assista com legenda em inglês e anote os novos itens compreendidos. Finalmente assista com a legenda em português e confira os resultados. Em pouco tempo você perceberá os avanços. Procure variar os seriados para se familiarizar com diferentes tipos de vocabulário. Priorize os mais cursos e simples, como Friends, por exemplo.
  • Ampliar Vocabulário: Um item muito importante é ampliar o numero de palavras conhecidas. Além de leituras, você pode procurar materiais específicos, como esse artigo das 1000 palavras mais faladas em Inglês. Procure blogs, revistas e outros canais para conhecer diferentes palavras. Comece pelos temas que mais te interessam. Use flashcards, aqueles cartõezinhos físicos ou virtuais para anotar a palavra em inglês e seu significado.
  • Estudar frases ao invés de apenas palavras: É muito bom ampliar seu vocabulário e conhecer novas palavras. Mas para te ajudar a falar mais rapidamente, preocupe-se em conhecer frases usa-las o mais rápido possível. Usando frases inteiras você ganha no tempo de aprendizado e assimilação. Busque aprender o contexto das frases (ouvidas por exemplo em um seriado) e aplique as frases em contextos semelhantes.
  • Cuidar com Falsos Cognatos: Existem muitas palavras que são semelhantes em português e inglês, a essas chamamos “cognatos”. Elas nos ajudam na leitura de um texto ou tradução de um diálogo. Mas existem também os falsos cognatos, que são as palavras que parecem ser semelhantes, mas não são. Por exemplo, a palavra Eventually, frequentemente traduzida por “eventualmente”, na verdade significa na maioria dos casos “finalmente”. Procure criar listas de palavras semelhantes e diferentes para testar constantemente seus conhecimentos.
  • Estudar expressões idiomáticas e Phrasal Verbs: Assim como no português, existem diversas expressões idiomáticas em inglês que não fazem o menor sentido se traduzidas literalmente. Imagine alguém com medo dizendo que está “tremendo feito vara verde” e um estrangeiro traduzindo essa frase, certamente não entenderia. Compreender essas expressões e aprender o máximo delas possível vai ajudar bastante em diálogos coloquiais. O mesmo vale para os Phrasal Verbs, verbos em inglês que mudam de significado dependendo da preposição que segue, por exemplo: Look at significa olhar para, enquanto queLook For significa procurar.
  • Ler textos em voz alta: Nossa formação bucal é diferente da formação de pessoas que falam outros idiomas. Isso dificulta nossa pronúncia. Por isso, ler textos em inglês em voz alta ajuda bastante a acostumar sua boca com a pronúncia. Procure ler e checar depois se a pronúncia foi correta. Você pode checar no áudio do google tradutor e depois procurar repetir as frases até melhorar sua fala. Uma boa forma de testar se sua pronúncia está boa é ler o texto para seu smartphone na forma de ditado para notas. Se ele escrever as palavras corretamente, isso é sinal de que sua pronúncia está bem próxima do correto.
  • Falar o máximo possível em inglês: Um grande obstáculo para o aprendizado é o medo de arriscar. Falar é o meio mais rápido de aprender. Procure falar sempre que possível em inglês. Use o quanto antes as frases aprendidas para gravar. Se não tiver com quem falar, fale sozinho mesmo, tente formular frases de seu dia a dia e imaginar como determinados diálogos teriam sido em inglês. Existe um site interessante chamado iTalki: https://www.italki.com/home que permite a contratação de professores nativos por hora com preços bem acessíveis. Você pode estudar bastante sozinho e de vez em quando contratar uma hora de um professor para testar seu aprendizado.
  • Participar de grupos no Meet up: Meet up é um app com diversos temas que promove encontros entre pessoas interessadas no mesmo tipo de assunto. Explore grupos próximos a você de maneira gratuita. Há muitos grupos diários, semanais ou mesmo mensais para explorar a conversação em outro idioma de maneira gratuita.
  • Explorar APPs de aprendizado de inglês: Existem muitos aplicativos para o estudo da língua inglesa, muitos deles gratuitos ou de baixo custo. Vale a pena baixa-los e assim usar seu smartphone não apenas nas redes sociais, mas também para estudar: Seguem algumas sugestões:
  • Ouvir podcasts: Existem milhares de podcasts disponíveis na internet em inglês de praticamente todos os assuntos possíveis e com diferentes durações, de três minutos a mais de uma hora. Vale a pena procurar aqueles que abordam temas de seu maior interesse e explorar. Eu particularmente gosto muito do app da Harvard Business Review, voltado para administração, liderança e negócios: https://hbr.org/2018/01/podcast-ideacast
  • Canais no Youtube: Existem centenas de canais no Youtube para aprender inglês gratuitamente. Procure aqueles que a metodologia mais se aproxima de sua maneira de aprender. Vale a pena buscar canais de professores nativos de língua inglesa, pois a pronúncia e estrutura de pensamento serão mais próximos da realidade local. Também existem bons canais de brasileiros que ensinam inglês.
Que tal? Um bom começo? Espero que essas dicas te ajudem a buscar o aprendizado e vencer essa barreira. Quem fala inglês amplia suas fronteiras de conhecimento, desenvolvimento e empregabilidade! Não perca mais tempo e elimine as desculpas! Só depende de você! Se tiver outras dicas ou experiências interessantes no aprendizado de outros idiomas, compartilhe nos comentários! Suas dicas podem ajudar outras pessoas!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *